Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SIMPLESMENTE AVÔ

Pedaços do dia-a-dia

SIMPLESMENTE AVÔ

Pedaços do dia-a-dia

10.06.20

ATÉ QUE ENFIM!


simplesmente...

Aristides_de_Sousa_Mendes,_1940.jpg

Inesperadamente (ou talvez não), a Deputada Joacine Katar Moreira tomou a louvável e patriótica iniciativa de propor que o Cônsul ARISTIDES SOUSA MENDES, jurista e advogado português, tenha honras de Panteão.

Em atitude raríssima e meritória, os Deputados na Assembleia da República aprovaram, por unanimidade, a referida proposta.

Com esta proposta patriótica e esta aprovação unânime, a Sra. Deputada em especial e a Assembleia da República em geral merecem, a meu ver, um claro e inequívoco aplauso de toda a Nação Portuguesa.

Na verdade, ao conceder "vistos" a milhares de Judeus perseguidos pelos Nazis, à revelia das ordens expressas do Governo de então, o ilustre Jurista e Advogado honrou-nos a todos.

Como é sabido, o Governo Português não lhe perdoou a corajosa atitude e, em consequência, retirou-lhe o título e as funções de Cônsul e proibiu-o de exercer a advocacia.

Tinha uma Família muito numerosa, passou graves privações e acabou por falecer, na miséria, num Hospital Franciscano de Lisboa.

Diz-se que, não tendo outra roupa para lhe servir de mortalha, foi enterrado com o corpo envolto no hábito franciscano.

É um autêntico herói nacional, bem merecedor das honras do Panteão Nacional.

Vide: em Jornal I, de 10.06.2020, o artigo sob o título: "Panteão. Aristides Sousa Mender une esquerda e direita. Um dia histórico".

 

 

 

3 comentários

Comentar post