Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SIMPLESMENTE AVÔ

Pedaços do dia-a-dia

SIMPLESMENTE AVÔ

Pedaços do dia-a-dia

21.09.20

FUI VER O MAR


simplesmente...

mar.jpg

FUI VER O MAR

 

Embora do registo na Conservatória conste a data de 15 de Outubro, a realidade é que nasci no dia 21 de Setembro de 1943, numa casa implantada na quinta dos meus avós paternos, quase a meio caminho entre Santiago do Cacém e Sines.

 

Nasci, pois, bem perto do Oceano.

 

Segundo a narração das minhas Irmãs mais velhas, terei sido baptizado, pela primeira vez, na Igreja Matriz de Santiago do Cacém, tendo por padrinhos um casal de abastados lavradores, pessoas honestas e boas, de que não guardo lembrança.

 

Na verdade, quando eu andava pelos meus 4 anos de idade, os meus pais deixaram o Alentejo e fixaram residência em Lisboa.

 

Fui baptizado, pelos vistos pela segunda vez, na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, e foram meus padrinhos uma jovem senhora licenciada em Matemática e um jovem arquitecto, ambos pessoas amigas dos meus Pais.

 

Tinha, na altura, 5 anos de idade, pelo que me recordo perfeitamente da cerimónia de baptismo, na qual  foi baptizado também o meu irmão Jacinto, dois anos mais novo.

 

E por aqui tem decorrido a minha vida, com as excepções ditadas pelas inevitáveis marés da existência: fiz estudos de humanidades em Braga; trabalhei no Porto e em Fátima; casei em Benfica-Lisboa; depois de casado, vivi em Queluz, em Penafiel, na Amadora, em Vila Franca de Xira, em Alfornelos-Amadora e  em Carnaxide; actualmente, vivo em Mafra, perto da Basílica e do Palácio – enfim, uma vida de atarefado andarilho.

 

Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Clássica de Lisboa, dei aulas de direito administrativo na mesma Faculdade e dei também aulas de Direito das Sociedade nos cursos de formação dos Candidatos a Solicitadores.

 

Fui Jurista e Advogado de uma Instituição Bancária e, com escritório próprio em Lisboa, exerci a Advocacia, em regime de profissão liberal, um pouco por todo o País.

 

Estou reformado, do Banco e da Advocacia.

 

Hoje, dia do meu  77.º aniversário, acordei com uma vontade imensa de ver o MAR, perto do qual nasci.

 

Tomado o pequeno almoço, peguei no carro e, acompanhado da Rosa, deliciei-me em saboroso passeio matinal pelas margens do Oceano que banha a  simpática Vila da Ericeira, aqui a dois passos de mim.

 

Foi a melhor prenda de aniversário !

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.