Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SIMPLESMENTE AVÔ

Pedaços do dia-a-dia

SIMPLESMENTE AVÔ

Pedaços do dia-a-dia

23.09.20

O TEMPO


simplesmente...

o tempo.jpg

O TEMPO

 

O tempo sobeja

O tempo escasseia

O tempo é em Beja

O tempo é em Seia

 

O tempo não morde

O tempo não fala

O tempo é no norte

O tempo é na sala

 

O tempo é ruim

O tempo é saudoso

Porque é ele para mim

Às vezes feioso?

 

O tempo enriquece

O tempo empobrece

O tempo fenece

Para quem dele se esquece

 

 

O tempo é dos vivos

E será dos mortos?

É dos emotivos

E dos que nascem tortos

 

O tempo é alegria

O tempo é tristeza

O tempo é sabedoria

O tempo é vileza

 

O tempo é dos ricos

O tempo é dos pobres

O tempo são salpicos

Que enfurecem os nobres

 

O tempo é da chuva

O tempo é do sol

Amadurece a uva

Faz cantar o rouxinol

 

O tempo é incerto

A morte é bem certa

O tempo é do esperto

Que julga que acerta

 

António Bentinho

Setembro/2020

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.