Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SIMPLESMENTE AVÔ

Pedaços do dia-a-dia

SIMPLESMENTE AVÔ

Pedaços do dia-a-dia

22.03.21

MATRIMONIO


simplesmente...

casamento.jpg

Fazem precisamente hoje 52 anos que a Rosa e eu nos casámos catolicamente, na Igreja de Nossa Senhora do Amparo, em Benfica, Lisboa.

 

O matrimónio tem resistido a tempestades várias, umas mais leves, outras muito dolorosas.

 

Afinal, foi isto mesmo que ambos prometemos, no altar, aos pés da Virgem: sempre unidos, na saúde e na doença, no bom tempo e nas tempestades, na fartura e na carência, por todos os dias da nossa vida.

 

Talvez, nos dias de hoje, tudo isto seja um bocado "démodé".

 

Mas esta é precisamente a essência do sacramento do matrimónio.

 

04.03.19

PARABÉNS, ROSA!


simplesmente...

Nasceu a 4 de Março: hoje é o dia do seu aniversário natalício.

Conhecemo-nos no ano de 1967.

Casámos catolicamente um com o outro no ano de 1969, na Igreja Paroquial da freguesia de Benfica, em Lisboa.

O nosso matrimónio tem, pois, quase 50 anos.

Completará, aliás, 50 anos nos próximos dias deste mês de Março.

Meio século com alegrias e tristezas, felicidade e desgosto, nascimentos e mortes prematuras.

Sobrevivemos enquanto casal, não apenas na bonança, mas também nos temporais.

Fustigados pelos desaires mais cruéis, soubemos resistir.

Ela é, aliás, uma autêntica resistente.

Mantemos uma relação de recíproco respeito e de profunda afeição mútua.

Ela é carinhosa, solícita e respeitadora.

Não é servil, nem submissa, nem bajuladora.

Defende com firmeza e com convicção os seus pontos de vista.

É honesta e bem formada.

Ama as filhas e adora os netos.

Tem amadurecido com o decurso dos anos (gosta dos debates na tv, dos programas de culinária, dos shows de decoração de interiores, dos telejornais).

Alegra-se com os sucessos das Filhas e com as boas prestações dos Netos.

Adora passear com as Filhas e nunca recusa as idas aos Supermercados ou aos Centros Comerciais.

Diverte-se com as caminhadas, sobretudo à beira-mar.

Esvazia os bolsos para os outros e é quase incapaz de gastar um euro com ela própria.

Preocupa-se comigo.

É uma excelente companheira e uma esposa impecável.

PARABÉNS, ROSA!!!

Um beijo grande.

António.